Mídia e Narrativa em Diálogo: Narrativas de Chernobyl

Por Fábio de Carvalho. O Mídia e Narrativa, grupo de pesquisa da pós-graduação em Comunicação Social da PUC Minas, realiza em parceria com o CCM, o evento Mídia e Narrativa em Diálogo: Narrativas de Chernobyl. O evento ministrado pelos integrantes do grupo Gabriela Barbosa, Renata Garboci e Fábio de Carvalho construirá um diálogo entre a minissérie televisiva Chernobyl (2019) e o livro Vozes de Chernobyl: Crônica do Futuro (1997), da autora Svetlana Alexijevich.

Svetlana Alexijevich é uma autora nascida na Bielorrúsia no ano de 1948. Sua carreira jornalística é marcada por um distinto reconhecimento no campo da literatura internacional, com contribuições que tensionam os limites entre o jornalismo crítico e a literatura. Seu trabalho preza pelas particularidades e belezas do relato oral, atribuindo importância documental e sensível a essa modalidade narrativa que mitiga na contemporaneidade. Livros como A Guerra Não Tem Rosto de MulherO Fim do Homem Soviético são trabalhos compostos por polifonias de vozes vindas de diferentes perspectivas e vivências de grandes eventos históricos. Embora seus livros tratem de contextos como a 2º Guerra Mundial e o fim da URSS, as narrativas que Svetlana constrói através de entrevistas com pessoas comuns revelam novas facetas, pequenas histórias, que existem além dos discursos hegemônicos de grandes veículos midiáticos.

Algumas das histórias contadas pelos narradores de Vozes de Chernobyl serviram de inspiração para a série da emissora americana HBO, Chernobyl, criada por Craig Mazin. Com sucesso de crítica e público – ganhando 10 Emmy Awards nas premiações de 2019 – a série de ficção pega emprestadas algumas das situações e personagens do livro de Svetlana, mas atribui ao texto uma nova roupagem, mais alinhada as grandes produções televisivas norte americanas.

O Mídia e Narrativa se propõe o diálogo entre dois produtos midiáticos distintos em suas respectivas feituras, intenções e veiculações. A intertextualidade entre o livro de Svetlana e a série da HBO nos auxilia para a identificação das diferentes narrativas e tratamentos que podem ser dados para compreender um evento da magnitude do desastre nuclear de Chernobyl. Além disso, nos aponta para desastres recentes como de Mariana e Brumadinho, e para as questões humanas e naturais que inevitavelmente estão implicadas nesses violentos acontecimentos.

Data: 23/10

Horário: 15h20-18h00

Local: Multimeios do Prédio 42

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *