Livro analisa o entretenimento “cínico” dos talk shows

Recém-lançado pela editora PUC Minas, “(Não) é só uma piada: cinismo, ironia e entretenimento nos talk shows ‘The Noite’ e ‘Agora é Tarde’”, da professora Julia Lery, traz como questão central a blindagem ideológica de programas de TV sob o rótulo do humor. A obra aborda o talk show brasileiro a partir de questões do gênero televisivo – suas matrizes constitutivas, origens e características discursivas – e reflete sobre como o uso do humor e da ironia embaralha o posicionamento político dos discursos.

Onde buscar a crítica em uma cultura midiática marcada pela auto-ironia? Como podem esses programas, ao mesmo tempo, se afirmarem lugares de defesa do interesse público e naturalizarem piadas contra minorias? Em busca de respostas para essas questões, o texto passa por reflexões sobre o cinismo, o entretenimento, o sensacionalismo, o humor, o lúdico e as formas como tudo isso se manifesta na televisão.

Julia Lery formou-se em Jornalismo pela PUC Minas e fez mestrado em Comunicação Social na mesma instituição, onde também é pesquisadora do grupo Mídia e Narrativa. Atualmente é professora substituta da UFOP e doutoranda da PUC Rio.

Abaixo um trecho da obra:

“Para além de misturar piadas e assuntos do dia, o talk show é um produto de difícil análise porque aponta para direções diversas, e por vezes contrárias, sem que isso seja uma real contradição. Quando se faz informativo, o programa toma para si a tarefa de defesa do interesse público. Quando se faz humor, porém, o discurso pode facilmente assumir uma direção contrária, e excluir minorias.”

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *