Disposições sobre anônimos: o sujeito ordinário na história, na sociologia e na mídia

Por Ercio Sena e Juliana Gusman. O artigo pretende refletir sobre a presença de sujeitos anônimos e sobre suas realidades cotidianamente negligenciadas em narrativas midiáticas distintas. Para isso, estabelece relações com estudos sobre a abordagem dos anônimos na história e nas ciências sociais brasileiras. Esses movimentos buscam capturar ações que miram a visibilidade desses sujeitos, pertencentes…

Crítica e reconhecimento: lutas identitárias na cultura midiática

Por Marcio Serelle e Ercio Sena. Este artigo analisa interações polêmicas sobre o filme Vazante e a peça Gisberta, em que grupos identitários vinculados a pessoas negras e transexuais, respectivamente, criticaram o modo como foram representados nessas ficções. A partir da teoria de reconhecimento em Axel Honneth, busca-se compreender a emergência dessas formas de luta social na cultura…

Representações plurais: para repensar os corpos na mídia

Estudantes do terceiro período do curso de Publicidade e Propaganda (turno da tarde) da PUC Minas desenvolveram alguns cards para estimular reflexões sobre representações midiáticas e estereótipos de gênero. Tendo em vista os regimes de representações vigentes, que enquadram determinados corpos e existências como “menos importantes”, alunas e alunos propuseram reflexões para desafiar pressupostos que…

Garotas mortas é sobre procura

Por Caíque Pinheiro. Desde a capa da edição brasileira (Todavia, 2018), com a imagem de uma flor muito próxima e de outras mais distantes, todas desfocadas, a não ficção de Selva Almada, Garotas mortas, parece sugerir esta mensagem: seu livro é sobre a busca de ver algo (e também sobre não vê-lo, de fato). No…

O show deve continuar?

Por Amanda Diniz. “Criamos uma indústria da moda onde as pessoas morrem e o show continua”, disse Marina Colerato, editora do site modefica. Após a morte do modelo Tales Cotta no dia 27 de abril, que passou mal durante o desfile da marca Ocksa na São Paulo Fashion Week (SPFW), diversos questionamentos sobre posturas no mundo…

Queerbating: eles querem seu dinheiro, não quem você é

Por Victoria Silva Rodrigues. É inegável a má interpretação, processos de estereotipagem e marginalizações de determinadas parcelas da sociedade nas representações midiáticas e em diversos produtos culturais. Filmes, séries, programas de televisão e rádio foram responsáveis por reforçarem preconceitos que até hoje estimulam a constante repulsa a certos grupos, afastando-os de sua devida visibilidade e de…

Utopia no fim do homem soviético

Os pesquisadores Ercio Sena e José Milton Santos publicaram o artigo Utopia no fim do homem soviético na revista Intexto, da UFRGS. A proposta deste estudo é de uma análise da utopia na obra O fim do homem soviético, da escritora e jornalista Svetlana Aleksiévich. Escrito a partir de relatos e depoimentos de pessoas comuns, o trabalho da autora é analisado por…